domingo, 6 de setembro de 2009

"Os Piratas do Rock" - 2009

O neo-zelandês Richard Curtis tem no currículo bons filmes como roteirista, produtor e diretor como “Quatro Casamentos e Um Funeral”, “Um Lugar Chamado Nothing Hill”, “O Diário de Bridget Jones” e “Simplesmente Amor”. Filmes que não são o supra sumo da arte cinematográfica, mas conseguem emocionar e cativar o espectador, não enjoando quando são revistos. Em 2009 com “Os Piratas do Rock (The Boat That Rocked)”, Curtis adiciona mais um trabalho para essa galeria.
“Os Piratas do Rock” é um filme extremamente prazeroso de ser assistido. Leve, desencanado, despretensioso, com atuações competentes de todo o elenco e uma trilha sonora imbatível. Para quem gosta de música, principalmente do pop e do rock feito nos anos 60, o tiro se mostra certeiro. Clássicos do The Who, Kinks, Leonard Cohen, Rolling Stones, Dusty Springfield e David Bowie, entre tantos outros, fazem a cama sonora em que a história se desenvolve.
O ano é 1966 e a Inglaterra vive a explosão da música pop e suas cores, ritmos e frescor. No entanto, rádios como a BBC dedicam pouquíssimo tempo na sua execução. As rádios piratas pipocam por todo o lado e atraem um público que representa mais da metade da população do país. É nesse contexto que Curtis monta a história de um grupo de amigos que fazem uma rádio rock direto de um cargueiro em alto mar e são sucesso absoluto.
O grupo de Dj’s reúne The Count (Phillip Seymour Hoffman), Gavin (Rhys Ifans) e Dave (Nick Frost, excelente), entre outros, todos sobre a batuta de Quentin (Bill Nighy, só para variar dando um show). Devido ao sucesso, um conservador membro do governo interpretado por um impagável Kenneth Branagh, decide extinguir a rádio e retornar a Inglaterra para os bons e velhos costumes, sem esses “baderneiros” de plantão.
Enquanto o grupo de Dj´s tenta fugir do governo, Richard Curtis vai inserindo momentos deliciosos aqui e acolá, usando o pensamento dessa geração de maneira alegre e descompromissada. Amores, amizade e paixão pela música são alguns dos tópicos desenvolvidos. “Os Piratas do Rock” chega ao Brasil diretamente para o DVD, o que é uma pena. Se vires por aí, não deixe passar, pois a diversão é garantida. Pode confiar.

3 comentários:

Laura disse...

É ótimo mesmo! Peguei sem nenhuma pretensão, tomada de interesse somente pelo título e me surpreendi. Juro que tornou o meu sábado "sem graça" mais feliz e saltitante. Um gás de ânimo, quando menos se espera. =D
Por sinal, tenho que ter paciência e ânimo de passar por aqui mais vezes, que tô em falta contigo. ;) Mas deixa essa confusão passar um pouco...
Beijão p ti!

Adriano Mello Costa disse...

Laurinha, esse filme é divertidissimo. :)

Carlos Costa disse...

tô acompanhando teu blog, vou pegar esse filme parece ser dos que gosto de ver. abraços