sexta-feira, 13 de novembro de 2009

"Pixu" - Gabriel Bá, Fábio Moon, Vasilis Lolos e Becky Cloonan

Os brasileiros Gabriel Bá e Fábio Moon representam um sinal de qualidade nos quadrinhos atuais. A dupla responsável por “10 Pãezinhos”, vem produzindo em conjunto ou individualmente histórias que vem ganhando prêmios importantes de um jeito totalmente justificável. A Devir Livraria lança mais um trabalho da dupla, dessa vez novamente em parceira com o grego Vasilis Lolos e a italiana Becky Cloonan.
“Pixu” traz 128 páginas e chega em um bacana formato de 16,5 cm x 24,0 cm, além de ganhar um bom tratamento gráfico da Devir. Trabalho editorial e de impressão muito bem feito. A história feita a oito mãos e quatro cabeças é focada em contos de terror meio psicológico e sem um malfeitor claramente definido. As coisas são deixadas todas no campo do entendimento e do suspense e se amarram devagarzinho até o seu final.
A história se passa em um prédio amaldiçoado que sem muita explicação começa a distribuir manchas pelos cantos e corromper seus moradores. Os moradores em questão, divididos em homens, mulheres, velhos e crianças passam a cometer atos de violência que carecem de explicação. O roteiro não é de fácil adaptação e a trama precisa ser lida algumas vezes para se tenha algum entendimento do que realmente aconteceu.
À primeira vista o roteiro meio sem sentido pode ser um ponto negativo sobre a obra, no entanto analiso por outro lado. “Pixu” é uma historia experimental, que tenta homenagear um estilo que todos os autores gostavam quando mais novos, em maior ou menor escala. No mercado de quadrinhos de hoje em dia é difícil partir para a experimentação pura e sem muitos floreios ou jogadas de marketing. Isso deve ser louvado.
É preferível uma obra que se arrisca do que o habitual mais do mesmo. “Pixu” não chega a ser genial, mas é um trabalho de uma dupla (Bá e Moon) que parece que ainda vai produzir muita coisa boa pela frente. E claro, tem a arte. Bem feita, usando os efeitos do preto e branco com grande habilidade e consolidada no estilo dos quatro autores. “Pixu” não vai agradar tanta gente assim e talvez nem seja o seu intuito final. É mais uma experimentação, uma brincadeira de autores que vem merecendo cada vez mais palmas. Entenda assim.

2 comentários:

sobrado disse...

Olá Adriano! Estamos passando por aqui para elogiar seu blog e mostrar o novo video do Sobrado 112. Não esquecemos que você divulgou o "Desmanche" no ano passado. Se gostar do novo som e quiser passar pra frente, agradecemos.

Link do video: http://www.youtube.com/watch?v=_aFVTBhUEig

Abraços,
Equipe Sobrado 112

Adriano Mello Costa disse...

Beleza gente :))