domingo, 26 de outubro de 2008

"Bella" - 2006

O que fazer quando sua vida desanda? Seja por um pequeno detalhe, um capricho do destino ou por culpa de decisões que você tenha tomado. O que fazer para seguir em frente? Como consertar um pedaço de tudo? Essas perguntas são apresentadas durante a vida em menores ou maiores escalas, dentro de pequenos frascos ou em embalagens de 2 litros, mas sempre se fazem presentes e como respondemos a elas, podem definir uma parte do futuro.
Em “Bella”, filme do diretor Alejandro Gomez Monteverde, essas perguntas se fazem presentes a todo momento. Originalmente produzido em 2006, somente este ano desembarcou no país, sina de grande parte dos filmes independentes produzidos mundo afora. “Bella” carrega em seus personagens o sentimento de perda, de incapacidade de reagir e de tristeza, que precisam ser suprimidos em busca de redenção ou de uma nova vida.
No longa, somos apresentados a José (Eduardo Verástegui) um jogador de futebol que acaba de acertar sua transferência para um grande clube da europa, quando um acidente muda toda sua vida. Nina (Tammy Blanchard) é uma garçonete que já não tem uma vida muito fácil e vê tudo girar quando descobre que está grávida e acaba de perder seu emprego no restaurante em que José, agora longe do futebol, é o chef da cozinha.
Em meio a isso, Nina se vê amparada por José e pela primeira vez parece ter algum conforto. José por sua vez encontra em Nina uma maneira de erradicar todos os pequenos conflitos e culpas que carrega em si. Com uma direção bem competente, trazendo a cidade de Nova York em alguns momentos como coadjuvante e com um bom trabalho dos atores, principalmente da dupla principal, “Bella” consegue com simplicidade ser um ótimo filme.
“Bella” é um filme que versa sobre a vida, sobre família, sobre seguir em frente, ultrapassar obstáculos, espantar nossos demônios e culpas e achar novos caminhos. Um filme que não vende ilusões (apesar de elas estarem presentes) e centra seu foco na força dos seres humanos em não pararem, mesmo que estejam um pouco feridos e mal tratados. Um filme assim faz muito bem de vez em quando.
Site Oficial: http://www.bellamoviesite.com

2 comentários:

Laura disse...

Preciso desse filme e o do post anterior me disseram que é fraco. Mas quero assistir os dois...
Beijoca, cara de pipoca

Adriano Mello Costa disse...

"Bella" me surpreendeu, nada demais mais caiu bem :) Bjos Laura :)