sexta-feira, 5 de setembro de 2008

"Os Leões de Bagdá" - Brian K. Vaughan & Niko Henrichon

Em abril de 2003, os USA bombardeavam ferozmente a cidade de Bagdá, capital do Iraque. A guerra entre os dois países que nunca foi devidamente justificada pelos americanos, arrasou a cidade iraquiana promovendo inúmeras mortes e causando muita destruição. Naquele abril, o zoológico da cidade também foi atacado e centenas de animais saíram no meio do caos, entre eles estavam quatro leões.
É a partir dessa história verídica que Brian K. Vaughan (do excelente “Ex-Machina”) e Niko Henrichon criaram a graphic novel “Os Leões de Bagdá”, que originalmente foi lançada em 2006 com o título “Pride Of Baghdad”. Vaughan premiado por suas obras anteriores sempre gostou de adicionar cunhos politicos aos enredos e não é diferente neste trabalho. Sua narrativa aliada a arte magnifica de Henrichon, produzem uma obra de alto valor.
Na sua trama, Vaughan cria uma identidade para cada um dos qautro leões, que ao falarem e interagirem entre si e com os outros animais, determinam uma parábola que choca e emociona ao mesmo tempo, repleta de momentos trágicos e de uma realidade que destroçou tantas vidas e familias. Na sua narrativa o conceito de liberdade é mostrado tanto pelo lado de quem acha que a está dando, como pelo lado de quem a está recebendo.
A arte de Henrichon é outro ponto para se destacar, limpa e utilizando muito bem as cores, retrata de maneira bastante real o cenário e Bagdá nesses dias e o céu que a cobria. “Os Leões de Bagdá” é uma graphic novel que já nasce clássica, funcionando como um prisma inusitado de uma guerra brutal, sem muita lógica, promovida por toques de caixa e interesse pessoal dos senhores do Tio Sam. Totalmente recomendável.

4 comentários:

Laura disse...

êêê, olha eu aqui, rs

*O disco do Coldplay é ótimo mesmo, mas confesso que ouvi pouco. E olha que eu acho que gosto mais da bando do que tu. ;)
*"Lady Vingança" é fenomenal. Tu bem sabes que eu sou fã desse cara de carteirinha né? Então! Mas concordo contigo, "Old Boy" é incomparavelmente superior.
*"Na Natureza Selvagem" é um belíssimo filme mesmo. O mais bacana é que demonstra perfeitamente o quanto tem que se ter coragem para entrar numa vida sem limites como a que ele levou. Fiquei afim de ler o tal do livro. A mim coragem não falta. O grande problema seria resistir, assim como ele.
*Eu quero a série do Neil Gaiman encadernada, me dá? ihihihi. Eu nunca tive e sempre li. Nem curto colecionar quadrinhos não. Mas esses eu queria. Quem sabe algum dia...
*"OAEOZ" eu conheço pouco. Devem ter umas 4 faixas antigas aqui. Vale a pena mesmo?
*"Batman" é perfeito mesmo. Assisti duas vezes antes de ir para campo e já quero assistir mais umas 10. eheheh
*"A Família Savage" eu tô louca pra ver. Já baixei faz um tempinho, mas ainda mora entre os 90gb de coisas que tenho que assistir e ainda não tive tempo. =P
*Como eu sou um ser apaixonado por pandas, até um "Po" da MacDonalds comprei p mim, ehehe. E "Wall-E", sem palavras para o quanto é lindo e maravilhoso. Já quero em DVD urgentemente.
*Aahahaha, tu não vales um centavo. Eu gosto de "Counting Crows" rapaz. Tive um namorado que Mr. Jones era a música da vida dele, rsss. Mas o lugar p colocar na estante, foi a tua sacada da vez, morri de rir.
*Nhá, eu tbm gosto de "O Matador" da Patrícia Melo. Li faz tanto tempo! Nem sabia de livros mais novos dela não...
*Como podes falar que a Gwyneth Paltrow deixa "Homem de Ferro" melhor? Só me explique. Eita mulher sem sal algum.
*Eu te odeio por teres assistido um show dos Paralamas, no Rio e ainda por cima de graça. Ai, ai. Pq não me levastes jnt? De Herbert eu entendo bem, ihihih
*"Piaf" é mesmo fantástico, vi duas vezes seguidas e não chorei. Ao contrário de todas as pessoas que conheço. Mas que vida difícil teve essa doida, né? E a gnt nem imagina.
*"Boy Kill Boy" é muito bacaninha mesmo. Passou pelo segundo disco direitinho e vai continuar passando por vários, acho. Gruda, impressionante.
*Achei "O Assassinato de Jesse James Pelo Covarde Robert Ford" arrastado demais mesmo, chegando a ser chato. Ainda mais quando cansada, depois de trabalhar o dia todo numa lupa. Aff! E olha que amo o Brad Pitt. ;)
*Nem sabia desse novo projeto do Mark Lanegan. Voz foda, mesmo!
*Poxa, eu gosto de "We Are Scientists". Baixei esse novo CD faz pouco (sim, tô desatualizada pra cacete mesmo) e ainda prefiro o anterior tbm. Falta energia.
*"Conduta de Risco" é bom mesmo, apesar deu continuar não suportando o George Clooney. Sobre faxina, assista "The Fixer". A série inglesa que te falei outro dia. É ótima!
*Do Ian McEwan eu tô lendo Reparação e já interessei por outros títulos, mas só interessei. Tô enrolando até com o Reparação, imagine com o resto. Mas é ótimo!
*"The Little Willies" é bão mesmo cara de mamão. Tens toda a razão. ;)
*Em "Elizabeth", concordo contigo que a atuação da Cate Blanchett é completamente impagável, mas eu achei o filmo muito arrastado. É tão arrastado, que chega a saturar um pouco e fazer com que a gente clame logo pelo final. Mas vale o registro.
*Falastes de Otis Redding no meu dia, nem tinha visto. =D
*Ei doidinho, o Wado é Paranaense. Ele só é erradicado em Alagoas. Anota aí! ;)
*"Onde os Fracos Não Têm Vez" é uma obra-prima mesmo. Uma das melhores produções dos Irmãos Coen nos últimos anos. Pra completar, ainda tem o absurdo do Javier Bardem. Tão malvado que chega dá gosto, eheheh

Por aqui, sempre coisas que eu desconheço, nem me assusto mais. ;) Acho que vou te incumbir de comprar um HD novo pra mim, pq me deixastes com vontade de consumir tantas novas coisas, que o espaço vai falar, eheheh

Beijocas estaladas p ti

Adriano Mello Costa disse...

Opa...seja bem vinda Laurinha!!
Que texto esse hein? passaste um bom tempo lendo o coisapop. Os seus comments estão devidamente registrados na mente. E apareça mais vezes por aqui, não se demore tanto.
Bjos.

Laura disse...

Na verdade o Wado é Catarinense. Agora que fui ver a minha falha aqui, eheheh.
Apareço sim. E sim, passei algum tempo me redimindo pela falta. Tenho que fazer isso com outros blogs que costumava ler tbm, assim que o tempo der. ;)
Beijocas p ti

Adriano Mello Costa disse...

:))