segunda-feira, 15 de setembro de 2008

"Chapter 9" - Ed Motta - 2008

O carioca Ed Motta já fez de tudo nos seus discos. São 20 anos de carreira embalados pelas mais diversas faces. Passou com extrema habilidade pelo soul e funk, experimentou muito com o jazz e suas facetas, foi pop e fez dançar com seus manuais práticos que continham hits de mão cheia, além de flertar com diversos outros estilos. Em 2008, Ed chega ao seu nono trabalho de inéditas e consuma um namoro que já vinha se espalhando por toda sua carreira.
“Chapter 9” sai pela gravadora Trama com download gratuito para todas as faixas. E nesse novo disco o artista finalmente canta somente em inglês, namoro antigo e sempre presente na sua carreira, vista sua imensa gama de influências. Mais uma vez o cara toca tudo extremamente bem e ainda manda na produção e nos arranjos. As letras em sua maioria são do inglês Rob Gallagher e a primeira faixa é em parceria com Cláudio Botelho.
“Chapter 9” contêm dez canções que rondam vários estilos, alguns não tão explorados anteriormente como o rock e outros já habituais como o soul, sempre com a inegável maestria. Sem dúvida um dos grandes trabalhos do ano e um dos melhores da carreira do músico. Simplesmente não dá para deixar de voltar para tocar novamente. Apesar das facetas já conhecidas, “Chapter 9” acrescenta muita coisa “nova” na concepção musical de Ed Motta.
“The Man from the Oldest Building” abre com extrema dose de psicodelia e lisergia, “You Supposed To Be” é totalmente oitentista, carregada de teclados, “Twisted Blue” é um soul um pouco mais habitual, “The Runaways” soa vigorasamente pop, daquelas para sair cantando e “Saint Christopher´s Last Sand” é um flerte aberto com os anos 60, com bons toques ao começo dos 80.
“Tommy Boy´s Big Mistake” é a melhor faixa do album, um rock n´ roll setentista que poderia ter saído de qualquer disco do Led Zeppelin, dando a curiosidade de um disco do artista só com rock. Muito boa. Para completar, ainda temos o reggae psicodélico de “The Sky Is Falling”, o soul encontrando o jazz em “The Carataker” e a dobradinha “Georgie And The Dragons”/ “Ikarus On The Stairs” para encerrar.
Em “Chapter 9”, Ed Motta continua cantando de maneira extraordinária, usando e abusando de um repertório estiloso e inspirado. Um disco para escutar constantemente e aumentar o som no último volume quando “Tommy Boy´s Big Mistake” invadir o som com suas guitarras e gritos.
Baixe o disco em: http://albumvirtual.trama.uol.com.br

3 comentários:

marcelodonati disse...

Muito boa sua resenha. Parabéns! E o disco também é maravilhoso, jóia para se apreciar lentamente, explorando cada universo retratado nas canções...

Adriano Mello Costa disse...

Realmente é um otimo disco Marcelo, o Ed Motta continua brilhante. Abs. :)

Das Schweigen disse...

Nossa, este Chapter 9 é realmente muito bom!