terça-feira, 1 de abril de 2008

"Funplex" - B-52´s - 2008

Ah...os velhos amigos...Como é bom revê-los, ouvi-los novamente. Mês passado a banda norte americana B-52´s voltou a lançar um disco novo, coisa que não fazia há 16 anos, desde “Good Stuff” de 1992. Essa banda que fez parte das festas e alegrias de muita gente com músicas como “Private Idaho”, “Legal Tender” e “Rock Lobster”, está de volta com “Funplex”.
Katie Pierson, Cindy Wilson, Keith Strickland e Fred Schneider voltam com um ótimo disco (um dos melhores do ano até agora), parecendo que nunca abandonaram a cena. O B-52´s influenciou dezenas de bandas da nova geração, com a sua new wave, dance rock, pós-punk, ou o que seja, com a sua deliciosamente viciante alegria e delírios próprios. Em “Funplex”, o B-52´s não parece com mais ninguém a não ser ele mesmo.
As 11 faixas que passam em pouco mais de 48 minutos são capazes de levantar qualquer astral, de fazer balançar a cabeça do mais sério, de colocar o pezinho para bater no chão. Experimente os hits certeiros “Ultraviolet”, “Too Much To Think About” ou a faixa-tiulo, o pop descompromissado de “Julie Of Spirits” e “Deviant Ingrediant”, a guitarra cortando “Keep This Party Going” enquanto o baixo salta a frente ou o refrão ganchudo de “Hot Corner”.
Quem tem menos de 20 anos, talvez não ache grande coisa e prefira escutar algo do Klaxons ou do Cansei de Ser Sexy, ou de tantas outras bandas da nova geração. Mas para quem teve a adolescência embalada pelo B-52´s, ouvir esse retorno (com grande qualidade, o que é melhor) é ser tomado por um gostoso prazer. Corra atrás. Consuma em doses cavalares e em último volume. A vida até parece que fica mais fácil.
Site Oficial: http://www.theb52s.com
My Space: http://www.myspace.com/theB52s

3 comentários:

Adriano disse...

Muito louco este albúm, tem gente que ainda reclama por eles fazerem a mesma fórmula, mas é como seu prato preferido, você sempre gosta e ele também não precisa mudar. Enfim, o mundo de hoje vive de mau humor. Os B52s não vivem nele. Curtem e nos divertem.

Adriano Mello Costa disse...

Verdade xará. Sempre brinco que o B52 alegra qualquer dia ruim. Abs.

Anônimo disse...

Os caras são fodas, mesmo 16 anos depois. Suas canções são alegres, nada de tristeza, melancolia, nada disso...ainda bem.