sexta-feira, 2 de fevereiro de 2007

"No Promises" - Carla Bruni - 2007

A italiana Carla Bruni foi uma modelo de sucesso nos anos 90, predileta de nomes como Christian Dior, alcançando sucesso e fama no mundo fashion. Em 2002, a ex-modelo resolveu se arriscar no campo da música, lançando “Quelqu´un m´a dit”, com letras em francês e que vendeu 1,2 milhões de cópias na França e 800 mil no resto do mundo (uma canção sua entrou até para trilha de novela global).

Aos 38 anos, Carla Bruni chega ao seu segundo disco “No Promises” em que deixa a língua francesa de lado e canta em inglês que de acordo com a cantora não era intencional, mas sim pois teve um bloqueio de compor em francês. Por causa desse bloqueio utilizou como letras, partes de poemas de escritores como W. B. Yeats e Emily Dickinson, gerando um bom resultado.

Com canções baseadas quase que em sua totalidade no violão, temos um trabalho pop muito bem feito e produzido, com romantismo e sensualidade ainda que não de maneira descarada. “Those Dancing Days Are Gone” a faixa de abertura, tem uma levada suave que ganha força na voz rouca da cantora.

Outros bons destaques são “Autumm” com uma gaita de fundo dando charme, “I Felt My Life with Both My Ha” com uma guitarrinha largada de tempos em tempos e “Afternoon” pelo ritmo em que a letra é jogada misturando uma certa urgência com uma quase declamação.

Disco para se escutar namorando, para começar um dia, para relaxar ou servir de som ambiente, mais principalmente para ocasiões em que o clima de romantismo esteja pairando pelo ar. Além disso, tem uma das capas mais belas dos últimos tempos, que sozinha já valia a pena. Simples e bonito esse “No Promises”.

Um comentário:

Laura disse...

Por tópicos...
1. Eu nunca escutei essa tal de "Carla Bruni", pelo menos não conscientemente.
2. Quanto à "Attack Fantasma", já te disse. A minha predileta é mesmo "Central" e achei bem bonitinho. ;)
3. Tô com um pouco de preconceito com esse "A Grande Família", é fato.
4. Já quero ler esse "Vestido de Flor".
5. Não esqueci que prometestes me emprestar "Family Guy", viu? Estou disponível para assistir a partir da semana que vem e espero que isso sirva de cutucão em ti, ihihih
e
6. Ontem, li de uma sentada só o livro da Tati. Tens que pegar logo o teu, para saberes o motivo disso. ;)


P.S: Ficou mesmo bacana a organização do Blog! Gostei por descobrir um texto bem interessante, chamado "E ainda dizem que a bebida..." =D

Beijoquinhas p ti menininho