segunda-feira, 23 de maio de 2005

Star Wars - Episode III - A Revenge of Sith

11111, originally uploaded by Kalnaab.

Ontem fui assistir Star Wars: Episódio 3 – A Vingança dos Sith, o último filme da série em definitivo (é o que dizem pelo menos) e que encerra a primeira trilogia fazendo o elo com a segunda e Star Wars: Episódio 4 – Uma nova esperança, de maneira competente, não deixando grandes lacunas a serem preenchidas.

Para quem aprendeu a ser fã da série depois de inúmeras sessões, tendo seus personagens como parte integrantes e vivas de sua infância e adolescência, mas que ficou meio decepcionado com "Episódio-II A Ameaça Fantasma" e com aquele gosto de "podia ser melhor" de "Episódio III- Ataque dos Clones", o novo filme é redentor, fechando de forma muito satisfatória a série, apesar de não ter o charme de "Episódio VI – O Retorno do Jedi", vale muito a pena ser visto e saboreado em todos os seus detalhes.

A história basicamente todo mundo já sabe, Anakin Skywalker (Hayden Chistensen), finalmente cede ao lado sombrio da força, devido a sua cobiça e o amor por Padmé (Natalie Portman), uma vez que ele já previu sua morte e convencido pelo Chanceler Palpatine/Darth Sidius (Ian McDiarmind em grande atuação) que sendo um Lorde Sith ele conseguirá reverter essa situação, tornando assim Darth Vader e acabando com o Conselho Jedi.

Muito já se falou, e antes de ser lugar comum, repetirei: É o filme mais violento da série sim. Com mortes para todos os lados (como as das crianças no templo Jedi e o do Conde Dookan/Darth Tyranus), o diretor George Lucas constrói o panorama sombrio e assustador que se propaga na galáxia. As cenas de ação são muito mais constantes e os duelos muito mais interessantes nesse novo filme. É impossível ficar alheio as lutas do filme, como a de Yoda (Frank Oz) Vs. Darth Sidius (a melhor), Obi-Wan Kenobi (Ewan McGregor) Vs. Anakin Skywalker, Mace Windu (Samuel L. Jackson) Vs. Darth Sidius, entre outras.

Neste filme há o retorno de Chewbacca (Peter Maythen) á série (único elo que achei que não foi bem feito com o restante da série), o "nascimento" de Darth Vader (como tudo aconteceu), o fim dos Jedi e o exílio de Obi-Wan e Yoda, o nascimento dos filhos de Anakin e Padmé, Luke e Leia Skywalker e a maneira com que foram separados, os costumeiros droides C3PO e R2-D2, e todas as outras maravilhas, mundos e efeitos especiais que George Lucas sabe fazer também. Mais do que aprovado, vou assistir de novo ainda essa semana.

2 comentários:

Laura disse...

Então Adriano, tenho que assitir o famigerado Star Wars - Episódio III, mas ainda não tive condições físicas para tal (uma vez que fui abatida pela "Nazaré Tedesco").
Já ouvi falarem que é repleto de efeitos especiais fascinantes, que encaixa as séries divinamente e que as lutas são fenomenais; ao mesmo tempo em que ouvi falarem que faltou um cuidado maior com roteiro e que mais uma vez unicamente a técnica foi privilegiada. Ou seja, só vendo para emitir alguma opinião (como sempre digo!).
Tenho é que assistir "M*A*S*H*" e o primeiro filme do George Lucas, que esses sim são lacunas no meu conhecimento cinematográfico. Ultimamente, tenho revisto muita coisa e visto poucas coisas novas... Ontem mesmo, revi "Ou Tudo ou Nada", "Os Incríveis" e "Fale com Ela".
Vou indo...
Beijinhos

Sic disse...

Me arrepiei só de ler o comentário que fizestes...